Teologia na era cristã

Galeria

-por Jhonys Mateus

2016-27-9--20-08-21.jpeg

Nessa segunda parte do post “Origem da Teologia”, veremos como o termo teologia se incorporou no crstianismo, suas divisões e alguns dos principais teologos da Igreja Primitiva e da Idade Media.
A palavra “teologia” se incorporou no cristianismo pelos séculos IV e V. Já com um novo sentindo, não referindo-se a narrativa dos deuses Gregos mas indicando a autentica compreensão das Sagradas Escrituras. Até então o termo estava limitado ao conhecimento a respeito de Deus. Foi a partir da obra theologia Christiana de Abelardo (1079-1142) filosofo e teólogo Francês , que o emprego da palavra teologia ganhou nova forma no cristianismo, passando a designar um corpo de doutrinas reveladas na Sagrada Escritura.
A teologia sem duvida nenhuma teve um papel fundamental para o cristianismo se manter firme e genuíno. Quando estudamos a Historia do Cristianismo percebemos que muitos homens de Deus fizeram uso da teologia para defender a fé e sã doutrina da Igreja. Listarei alguns dos principais teólogos do inicio do Cristianismo até a Idade Media:
⦁ Apostolo Paulo.
Claro que Paulo não poderia deixar de está entre os principais e maiores pensadores da Igreja. Apostolo do primeiro século da era cristã, escritor de 13 epistolas tornando-se  juntamente com o Dr. Lucas os dois maiores escritores de todo Novo Testamento.
⦁ Policarpo de Esmirna
Pensador do segundo século, Policarpo (c. 70- c.160) foi discípulo do Apostolo João, consagrado Bispo de Esmirna (atual Turquia) pelo próprio João e um dos mártires mais conhecidos da Igreja. Sofreu perseguição do Império Romano e morreu queimado na fogueira aos 87 anos proferindo as seguintes palavras: “Há oitenta e seis anos sirvo a Cristo e nenhum mal tenho recebido Dele. Como poderei rejeitar Aquele a quem prestei culto e reconheço o meu Salvador”. Sem duvida um dos relatos mais chocantes e emocionantes de testemunho e amor a Deus.
⦁ Tertuliano
Tertuliano de Cartago (c. 160 – c. 220 d.C), formado em Direito, com grande conhecimento em filosofia e historia Tertuliano foi o primeiro pensador cristão a produzir uma obra literária em Latim. Dedicou-se a explicar o cristianismo e a defender a fé. É dele também a celebre frase: “O sangue dos mártires é a semente da igreja”.
⦁  Agostinho de Pipona
Conhecido pela igreja católica por Santo Agostinho. Foi um filosofo e teólogo nascido em 13 de novembro de 354, teve um papel importante combatendo o Maniqueísmo, tornou um grande pregador com mais de 300 sermões preservados. morreu em 28 de agosto de 430.
Está listado acima um pequeno numero de alguns pensadores que cristão que tiveram papel importante para o crescimento e preservação da Igreja. Muitos outros homens tiveram igual importância, podemos citar aqui Tomás de Aquino, Thomás Kempis, Calvino, Lutero, Jhon Scot, C.S Lewis e tantos outros. A teologia foi usada por todos eles a favor do Reino dos céus, muitos foram mortos por defenderem fé e não negarem a Cristo.  A teologia ainda hoje continua tendo grande importância e assumindo um papel fundamental na igreja, pois nos ajuda a compreender as Escrituras e a conhecer o Deus Criador do céus e da terra.
“Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor[…]. O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento…” Oseias 6.3a; 4.6a.
Anúncios

Origem da Teologia

Padrão

– por Jhonys Mateus

2016-25-9-21-50-41

 

    Se trataremos de teologia, nada mais conveniente do que começar comentando sobre sua origem, etimologia e definição. Dividirei esse post em duas partes: 1) Origem e definição; 2) teologia na era cristã. Na primeira parte conheceremos a origem da teologia, quais foram os primeiros teólogos, qual o significado etimológico da palavra e ainda suas definições. Na segunda parte veremos um pouco sobre a teologia dentro do cristianismo e alguns dos principais teólogos da Igreja Primitiva.
A palavra teologia vem do grego theos (Deus, divindade) e logia (verbo, discurso, palavra), portanto, etimologicamente significa Discurso sobre Deus, estudo sobre a divindade (sua essência, existência e atributos). A origem do termo remete a Hélade – Grécia Antiga.  Embora o termo apareça em Platão, o conceito já era conhecido pelos pré-socráticos. Aristóteles chama os poetas Hesíodo, Homero (os “cara” criativos que inventaram os mitos) de teólogos, pois discursavam sobre os deuses (suas origens, sua virtudes, seus vícios, etc).  O apostolo Paulo faz referencia a uns textos dos poetas gregos em Atos 17.28. Com. Platão foi o primeiro a usar o termo ‘teologia’ para se referir ao discurso racional sobre os deuses. Como podemos perceber a teologia não surge no pensamento cristão e não aparece na bíblia.
Apenas na idade média entre os séculos IV e V a teologia perderá seu sentido poético e ganhara nova forma e definição. A teologia não é mais entendida como um estudo sobre os deuses mitológicos mas como uma investigação, um estudo sobre o Deus cristão. Portanto, teologia é o estudo de Deus – sua existência, seus atributos, seu caráter, seus propósitos e relacionamento com o homem – através das Sagradas Escrituras. Estudar teologia é buscar um conhecimento profundo e genuíno das Escrituras Sagradas para se conhecer o Deus transcendente e Soberano, Criador dos céus e da terra.